A leitura no combate às fake news
Publicação: 29/04/2021

Tema foi debatido pela escritora Januária Cristina Alves

Jornalista com mais de 60 obras publicadas, Januária Cristina Alves promoveu um debate sobre a importância da literatura no reconhecimento de notícias falsas. Mediada por Lucia Munis, a atividade fez parte da 10ª Semana de Incentivo ao Estudo e à Leitura, iniciativa de lei do vereador Professor Eliseu Gabriel.

“Mais que nunca, a leitura é um instrumento fundamental que faz com que a gente compreenda quem somos e o mundo em que vivemos”, explicou a autora que já foi duas vezes vencedora do Prêmio Jabuti de Literatura Brasileira.

Segundo Januária, o consumo de obras literárias e informativas deve ser estimulado desde a infância. Deste modo, à medida que as crianças vão ganhando maturidade, elas passam a identificar as diferentes interpretações que um fato pode ter.

“O combate à desinformação passa não só pelo reconhecimento da notícia falsa, mas pela responsabilidade que temos de checá-la antes de passar adiante. Hoje, todos nós somos jornalistas”, completou.

O bate-papo ainda abordou o funcionamento das fake news, seu impacto e muito mais. A íntegra pode ser conferida a seguir:

Compartilhar