Semana de Arte Moderna completa 100 anos
Publicação: 01/04/2021

PUC-SP promove reflexão sobre o impacto cultural do movimento

Nos dias 6 e 7 de abril, o Programa de Literatura e Crítica Literária da PUC-SP dá início a uma série de debates virtuais, em comemoração ao centenário da Semana de Arte Moderna. O evento é gratuito e conta com emissão de certificado para os participantes, que devem se inscrever via formulário.

Idealizada pela elite cafeeira em 1922, a manifestação celebrada reuniu artistas e políticos no Theatro Municipal de São Paulo, em nome da liberdade de expressão criativa. Durante três dias, importantes debates foram levantados, contribuindo para a formação de uma identidade nacional e influenciando a produção artística até hoje.

Distribuído em mesas temáticas, o encontro culminará em uma grande conferência, a ser realizada em 2022. Nesse primeiro momento, renomados pesquisadores nacionais são convidados a refletir sobre o assunto “Tradição e ruptura: o modernismo e suas projeções na cultura brasileira”.

/Divulgação

Programação:

06/04

09h – Abertura

Participação: Maria Amália Pie Abib Andery (Reitora da PUC-SP), Angela Lessa Cavenaghi (Diretora da Faculdade de Filosofia, Artes e Letras da PUC-SP), Marco Lucchesi (Presidente da Academia Brasileira de Letras), Alexandre Youssef (Secretário de Cultura de São Paulo), Alonso Oliveira de Souza (Secretário de Cultura de Manaus) e Diana Navas (Coordenadora do PEPG em Literatura e Crítica Literária).

09h30 às 11h – Mesa Temática I

A música na Semana de Arte Moderna: tradição e ruptura

Participação: Flávia Toni (USP)

Na trilha de Oswald de Andrade: a permanência do Modernismo

Participação: Gênese Andrade (FAAP)

Mediação: Vera Bastazin (PUC-SP)

14h às 15h30 – Mesa Temática II

Entre o legado e a erosão: considerações sobre o modernismo brasileiro na década de 1920

Participação: Leandro Pasini (Unifesp)

Um modernismo paulista

Participação: Maria Eugenia G. Boaventura Dias (Unicamp)

Mediação: Maria Aparecida Junqueira (PUC-SP)

07/04

09h30 às 11h – Mesa Temática I

O rei da vela de Oswald de Andrade como gênese da dramaturgia brasileira contemporânea

Participação: Maurício Silva (Uninove)

“O pós-modernismo de 22 na música brasileira”

Participação: Paulo Zuben (Santa Marcelina)

Mediação: Tenório Telles (PUC-SP)

14h às 15h30 – Mesa Temática II

Modernos antes da Semana: revisando cânones do modernismo brasileiro

Participação: Fernanda Mendonça Pitta (Pinacoteca de SP)

Mário de Andrade e Guilherme de Almeida: diálogos depois da Semana de 22

Participação: Marcos Antonio Moraes (USP)

Mediação: Diana Navas

15h30 – Encerramento

Compartilhar